Pular para o conteúdo
Home » Como Fazer Aeromodelos?

Como Fazer Aeromodelos?

Se você está pensando em se iniciar no hobby do aeromodelismo, uma opção interessante é começar como construtor / piloto de aeromodelos. Veremos nesse artigo quais são os primeiros passos para aprender como fazer aeromodelos e como isso vai garantir voos inesquecíveis para você no futuro. Vamos voar mais alto? Continue lendo…

É grande a curiosidade por parte do público leigo sobre a possibilidade de construir seu próprio avião. Sim, fazer um avião é normalmente o primeiro passo para quem deseja se aventurar como construtor de aeromodelos. Temos o Helimodelismo, porém esse não é o foco de hoje, então vamos deixar as aeronaves de asas rotativas para outra matéria.

Primeiramente, temos que compreender que estaremos entrando numa área bastante complexa que é a da engenharia estrutural aeronáutica, isso envolve muitos conceitos e uma série de detalhes que devem ser observados para que seu avião, de preferência elétrico, voe sem panes.

O aeromodelo tem muito do avião real, principalmente a aerodinâmica, porém aviões em escala natural são ainda mais exigentes em sua construção, pois vidas humanas estarão efetivamente pilotando o avião. Nada pode dar errado em um avião tripulado, por outro lado, se o aeromodelo cair, provavelmente os danos serão apenas materiais. Mesmo assim, se você souber realmente o que está fazendo e já for um bom piloto de aeromodelos, provavelmente o voo inaugural será um sucesso; com avião sobre total controle e pouso perfeito.

Primeiro Passo para Fazer um Avião Elétrico

Existem muitos locais onde é possível estudar aeromodelismo, conversar com pilotos e trocar informações, mas o grande problema para que deseja fazer um aeromodelo é a falta de informações precisas e ordenadas. Para construir e voar um aeromodelo é preciso uma boa bagagem teórica e algumas horas de simulador.

A bagagem teórica é necessária para que você não faça nada errado em seu avião. Vamos imaginar que você construiu toda a fuselagem, seguiu o projeto corretamente, mas deixou de observar um pequeno detalhe como “o desvio lateral do motor para a correção da tendência de torque”. Isso já é suficiente para que seu avião tenha um comportamento dinâmico em voo indesejável, que pode levar a aeronave a perder o controle e colidir com o solo.

Muitos outros detalhes importantes devem ser observados durante a construção para que o projeto voe efetivamente. Podemos enumerar milhares de falhas que podem comprometer o voo do avião se não forem previamente previstas e eliminadas.

Por tanto, nosso Curso de Aeromodelismo Elétrico começa criando uma base teórica sobre física do voo e aerodinâmica, antes de partir para a execução do projeto.

Simulador de Aeromodelismo é Importante

Ser capaz de fazer um aeromodelo não significa saber voar aviões por controle remoto. Apesar de compreender plenamente sobre as características aerodinâmicas e estruturais do aeromodelo, você ainda precisa de treino. Você até vai saber voar, mas precisa ganhar habilidade, isso você só adquire com treinamento em simuladores.

Existem muitos simuladores interessantes no mercado. Um bom exemplo de simulador para aeromodelismo é o Real Fligh G5. Um software que pode ser instalado em qualquer PC e que permite o controle dos aeromodelos virtuais via controle USB.

Real Flight é Real Mesmo?

A física do voo no aeromodelo virtual é satisfatória para treino de controle remoto, inclusive com vista da proa. Não é o foco agora, mas o simulador ajuda a treinar o cérebro a se comportar corretamente nas diferentes configurações de voo. Por exemplo, uma situação muito desconfortável para que não sabe pilotar é ter o avião com a proa vindo em sua direção. Pior, com a asa caindo para um mergulho fatal. O simulador vai criar essa situação e você terá muitas oportunidades de treinar os comandos em qualquer situação.

O bom do simulador é que você não vai ter nenhum prejuízo com as quedas. Por exemplo: se você for treinar em aeromodelos físicos, provavelmente perderá alguns milhares de Reais até ganhar experiência suficiente para operar seu avião nas principais condições de voo: Decolagem – Voo Planado – Aterrisagem.

Finalmente, se você pretende fazer aeromodelos, seja por hobby ou para fins comerciais, um Curso de Aeromodelismo é o primeiro passo. Depois, corra para o simulador. Então, aproveite momentos de pura emoção decolando seu próprio avião e fazendo voos rasantes sobre o público de amigos.

Abraço e bons voos!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *