Pular para o conteúdo
Home » Como Pilotar um B-Flyer

Como Pilotar um B-Flyer

Voar helicópteros com controle remoto é uma emoção diferente de voar um avião. São máquinas voadoras, mas o estilo de pilotagem é outro. No avião você vai para uma pequena pista, o faz ganhar velocidade e decola. O helicóptero pode decolar de um local mais restrito, com árvores e prédios por perto. O helicóptero faz (mal feito) o que o avião não faz. No helimodelismo as coisas funcionam mais ou menos igual aos grandes helicópteros. Vamos conferir?

A Curva do Homem Morto

Todo fabricante de helicóptero faz um processo de homologação (testes ao extremo) para validar a aeronave para voo seguro. Nesse processo existe uma escala chamada “Curva do Homem Morto” que é uma faixa de velocidade e altitude em que o helicóptero não é seguro para voo. Isso significa que em voo pairado, coisa que aviões não podem fazer, o helicóptero pode cair. Outro aspecto é a altitude, que abaixo dos 800 pés (em média) o helicóptero pode não conseguir se recuperar de uma pane de motor pela manobra da autorrotação.

Voando o Helicóptero com Controle Remoto B-Flyer

Quem está introduzindo ao aeromodelismo, vai gostar do B-Flyer, um helimodelo elétrico barato e muito interessante.

Pontos Fortes do B-Flyer

  • A experiência de voar helicópteros é bem representada por esse helimodelo.
  • Tem um canopy resistente, melhor que os da série Lightning.
  • Possui um controle preciso com possibilidade de correção do torque.
  • As hélices são fortes, resistem a pequenas colisões.
  • Possui iluminação decorativa que auxilia durante os voos noturnos.

Pontos Fracos do B-Flyer

  • Se você está pensando em voar por horas e horas com seu pequeno helicóptero, esqueça! A bateira original é de Ni-MH, e dura menos de 5 minutos de voo ao alimentar os dois “gulosos” motores do B-Flyer. A solução é trocar a bateria do B-Flyer por uma Li-Po de 1300 mHa, como mostrado em “Como Trocar a Bateria do B-Flyer”, isso vai aumentar o tempo de voo para 15-20 minutos, além de possibilitar uma recarga rápida.
  • Em alguns casos o motor esquenta muito e faz o chassi derreter e as engrenagens se afastarem, perdendo a tração da hélice superior do helicóptero. Isso pode ser resolvido com um reforço no chassi para manter o motor fixo com seu pinhão engrenado na coroa da hélice.
  • Tirando esses problemas, a aeronave voa muito bem.

Vídeo Dicas de Pilotagem do B-Flyer

 

 

Um dos grandes problemas do helimodelista iniciante é o medo. Se você já voa com seu avião telemaster, provavelmente não vai se espantar muito quando o B-Flyer decolar e começar a girar sem parar. Vamos descobrir como dominar essa fera dos ares?

Saindo do Chão

  1. A primeira coisa a fazer é desenrolar o fio da antena do helicóptero que vem amarrada em um dos esquis de pouso. Fazendo isso você ganha 30 metros de alcance de rádio.
  2. Ligue o B-Flyer, ligue o rádio controle, acelere e desacelere pelo stick da esquerda em seu controle. Isso faz o “Bind”(amarração dos rádios TX e RX).
  3. Agora é uma questão de encontrar um local amplo para ter o seu helicóptero livre de obstáculos.
  4. Comece acelerando seu B-Flyer a 30%, isso deve tirá-lo do chão rapidamente.

Regulando o Torque

  1. Com o Helicóptero voando, mova o botão giratório do controle para o sentido oposto ao do giro da aeronave. Ajuste isso até ter o helimodelo estável.

Movendo em Todas as Direções

  1. O controle da esquerda é responsável por variar as rotações dos rotores, causando o giro para esquerda ou direita, além de acionar o motor de cauda que eleva para cima e para baixo.
  2. Para ter o B-Flyer voando para uma direção qualquer, você precisa girá-lo e incliná-lo para frente em um movimento coordenado.
  3. Durante a decolagem existe um ponto em que o giroscópio do B-Flyer não está atuando direito, está dentro da curva do homem morto, então você deve acelerar mais um pouco, voando acima de 1 metro do solo (rotor estará girando rápido e estável), isso torna o voo mais fácil. Outro ponto é fazer a decolagem pensando em corrigir o torque do rotor movendo o stick direito para a direita e para frente. Isso faz uma decolagem limpa e a transição para o modo seguro de operação, ocorre rapidamente.

Espero que essas dicas possam tornar seus voos ainda mais prazerosos com seu helimodelo B-Flyer!

Abraço!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *