x-48b

Desde o primeiro voo de Santos Dumont a aviação deu um salto tecnológico gigantesco, o formato de avião que conhecemos hoje foi criado poucos anos após o primeiro voo. Continua...

Projetando Aviões no Passado

Os engenheiros criavam um desenho de avião e colocavam para voar, se era instável ou caia, esse modelo era descartado. Voou e caiu matando o piloto, então vamos fazer diferente. Esse processo de evolução da aviação foi muito acelerado, partimos de hélices, passamos por turbinas e chegamos a foguetes. Entre o primeiro voo e o homem pousar na lua se passaram apenas 53 anos.

Agora, se você deseja aprender mais a fundo sobre esse tema, recomendo que você assista a esse vídeo...

 

QUERO VER O VÍDEO

O X-48B de Controle Remoto

O X-48B não é apenas um avião de controle remoto normal. Projetado pela Boeing Phantom World em conjunto com o Laboratório de Pesquisa da Força Aérea Norte-Americana, o X-48B mede 6,1 metros e reproduz perfeitamente os recursos operacionais, aerodinâmicos e estruturais do conceito Blended Wind Body. Com três motores a jato JatCat P200, o aeromodelo pesa 226 kg, alcança a velocidade de 219 km/h e seu teto operacional é de 3 km com tempo de voo de 40 minutos. Um brinquedo muito interessante!

Desenhando o Futuro da Aviação

No início dos anos 90 os engenheiros da McDonnell Douglas criaram um conceito de avião chamado X-48 Concept. Como a McDonnell Douglas foi absorvida pela Boeing, a empresa iniciou uma parceria com a NASA para desenvolver o precursor do programa X-48, que era um drone movido a hélices que media 5,2 metros de comprimento e que saiu do chão por alguns minutos em 1997. Em 2004 um modelo BWB de 10,6 metros, chamado X-48A saiu do chão, mas a Boeing já havia cancelado o projeto.

Esses projetos de Pesquisa e Desenvolvimento, quando são cancelados, ficam congelados. Porém, em 2007 a Boeing voltou com tudo para criar o X-48B – uma versão menor e mais robusta do desenho. A Cranfield Aerospace do Reino Unido construiu dois aeromodelos baseados no X-48B. O primeiro teste de voo ocorreu em julho de 2007, na base de testes de Dryden, da NASA, alcançando 2,28 km de altitude e tempo de voo de 30 minutos. O foco do desenvolvimento foi aprender como se comportava o desenho BWB e seus controles de voo a baixas velocidades, principalmente em pousos e decolagens.

Foram realizados 92 voos de testes e quase dois anos depois, a Boeing e a NASA concluíram os testes iniciais do modelo X-48B, no mês de março de 2010.

Não para por aí... A Boeing está aperfeiçoando ainda mais o modelo, e o X-48C é um avião mais silencioso, graças ao desenho Hybrid Wind Body (HWB). Foram alterados os winglets, da ponta das asas para mais próximo do motor, tudo para aumentar a estabilidade. Os motores de 2,22 kN foram substituídos por um par menor de 0,4kN. O Voo inaugural do modelo C foi realizado recentemente, sobrevoando a Base da Força Aérea Edwards, no Deserto de Mojave, na California. 

Desenho Antipático para Aviões Civis

Apesar o X-48 ser um modelo futurista, não agrada muito as companhias de aviação civil. As grandes vantagens desse conceito são o aproveitamento da fuselagem como asa, reduzindo o arrasto, o consumo de combustível e os ruídos aerodinâmicos. Como a única coisa que realmente voa em um avião é a asa, nada melhor que produzir um avião inteiro em formato de asa.

Esse avião pode não emplacar para transporte de passageiros civis, mas seu uso militar é muito evidente, visto que é possível voar por mais tempo, com menos barulho e carregar mais peso. Seria um perfeito avião para múltiplas finalidades. Vejamos o que o futuro da aviação nos reserva. 

Bons voos!

Uma dica extra do Rodrigo: Se você deseja aprender Aeromodelismo Elétrico partindo do ZERO, recomendo que confira esse vídeo agora mesmo.

QUERO VER O VÍDEO


rodrigo marques

Rodrigo Marques

Aero Águia é um lugar para descobrir o Aeromodelismo Elétrico e encontrar pessoas que curtem aeromodelos tanto quanto você. Converse com pessoas de todos os lugares, compartilhe seus conhecimentos sobre aviões de controle remoto e sinta o prazer de voar essas máquinas maravilhosas construídas por você. Aproveite o AeroAguia!